FÉRIAS

sábado, 17 de novembro de 2007

ESPLANADA

Há dias sentei-me numa esplanada, pedi um café. Senti-me mais confortada. O odor, o sabor...o prazer, o estar só, o entardecer... aqueles dois bancos de jardim, na minha frente, despidos de gente, as muralhas do castelo iluminadas por résteas de sol escarlate, onde a passarada espreitava e donde pendiam heras ávidas de sede, amornaram-me os sentidos.
Depois...apareceram uns homens com umas senhoras, uma criancinha, um cãozinho e começou a peleja...a criança corria e gritava; o cãozinho ladrava a quem passava; os adultos degladiavam-se com gestos e sons cada vez mais estridentes...
Depois, apareceu uma menina com avental azul e amarelo encardidos... levou chávenas e pires, copos e garrafas...meteu tudo num alguidar de plástico amarelo...e com um pano de cor desconhecida, sacudiu os papéis, as migalhas... para cima dos meus pés...
Palavra de honra, que nunca percebi isto... por que razão atiram o lixo para o chão?
As migalhas de pão e bolo serão para matar a fome aos passarinhos? Ou às moscas?
E os papéis e o lixo? Será para dar trabalho ao pessoal da limpeza?
Confesso-me ignorante ...
A poesia de uma tarde de outono, na ESPLANADA, acabou assim...

(pintura de Van Gogh)

7 comentários:

Teresinha disse...

Se eu estivesse sentada nessa esplanada... podes crer Céu, que na frente da tal menina de pano encardido na mão, eu levantava-me, apanhava os papéis e punha dentro da bandeja!!!
Faço isso aqui mesmo à minha porta, onde já coloquei um papel no vidro dizendo: ("Por favor, não deite o lixo para o chão. Obrigada").
Tem resultado, pelo menos 85% das
vezes.

Teresinha disse...

Esqueci de te dizer que, fico possessa, quando vejo a minha vizinha de baixo que tem uma sapataria. Tem, um contentor de cartão,do outro lado da estrada, pôr as caixas sem as desmanchar em cima da relva!!!
Diz ela que os empregados da Junta de Freguesia precisam trabalhar. Bela DESCULPA.
DÁ-ME CÁ UMA RAIVA!!!

Anónimo disse...

Fazem todos sempre isso, a Teresinha tem razão eu já vi as vizinhas delas a fazer, como a cinza dos cigarros,ela anda sempre apanhar a porcaria dos outros não custa nada ir ao lixo, mas as pessoas não são iguais, um bom fim de semana, um grande beijo.

Anónimo disse...

Olhem minhas amigas, se vissem onde moro dáva-lhes uma coisa !!!
Eu digo nunca tinha visto nem morado como aqui, as pessoas são porcas por natureza !!!

carolina disse...

Pode ser que o passaredo aproveite as migalhas!
Pode ser as as moscas engordem!
Pode ser que A GENTE um dia aprenda a ser civilizado, asseado, educado,etc,etc,etc!
Cambada!

lami disse...

Que pena! Esta esplanada nem com as estrelas inconfundíveis de Van Gogh se safa! Estrelas no céu e lixo no chão! Assim não! :((

O céu da Céu disse...

Li atentamente os vossos comentários.Obrigada por me espreitarem...fico mais feliz!