FÉRIAS

segunda-feira, 9 de abril de 2007

RUMO AO SUL


Caminhar pela serra.
Caminhar junto ao mar.
E caminhar numa cidade algarvia, com mar e serra por perto...?

Manhã cedo,no ar, os cheirinhos misturam-se.Flores, com ervas aromáticas. Mar, com gentes.
Passam grupos de jovens , alegres.Fala-se inglês, muito castelhano e ri-se em português açucarado. As pessoas são simpáticas.
Passam grupos de ciclistas, bem dispostos, pedalando ao ritmo da conversa.
Uma gaivota pousa na cabeça do São Gonçalo e turistas apontam, divertidos ,as suas máquinas fotográficas.
Lá ao longe a Baía e a Meia Praia convidam os caminhantes.
No Castelo e junto às muralhas começam a assentar arraiais, os vendedores de bolos de figo e amêndoa.

Continuo a caminhada com passo mais largo e apressado, agora pela marginal.

Meninas loiras e meninos tostados pelo sol, vendem viagens às grutas, visitas aos golfinhos e passeios em barcos grandes e pesca desportiva... depois vem a Marina, cheia de belos veleiros e ricos barcos de recreio e uma curiosa ponte levadiça que atrai os mirones.
E vi um burrinho verdadeiro, com alforges coloridos e carregados com frasquinhos de mel e doces caseiros.
E vi o Mercado de Rua...roupa, flores, árvores(laranjeiras pequeninas em flor e muito cheirosas) folares, montes de folares rindo para mim, com os seus olhos grandes de ovo...

Valeu a pena sair de casa, pela frescura da manhã e caminhar por esta cidade bonita e bem disposta!

5 comentários:

Carolina disse...

Renovada e fresca a nossa Céu!
Bem vinda!

lami disse...

Que inveja, Céu!Lagos oferece tudo isso e uma costa com falésias altas e rendilhadas que é digna de ser apreciada. Ainda bem que deu para recarregar baterias!

Anónimo disse...

Céu, que bom saires deste ambiente de vez em quando !
Ainda bem amiga recargas-tes baterias, o Algarve sem dúvida é muito bonito eu gosto muito !

Teresinha disse...

Enquanto fazes as tuas caminhadas Céu, não perdes pitada.
Um postal ilustrado,bem elucidativo das tuas incursões por terras Algarvias.
Gostei de imaginar,e passo a citar: (o burrinho verdadeiro, com alforges coloridos,carregados com frasquinhos de mel e doces caseiros)...
L I N D O !!!

António Gil disse...

E os figos? Meu Deus, e os figos algarvios? Doces como nenhuns, grandes como podem ser. E cada vez menos, que o betão vai ceifando as figueiras, as poucas que ainda existem! Não tarda estamos a consumir figos espanhóis. É só dar tempo ao tempo...!