FÉRIAS

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

CAIM



JOSÉ SARAMAGO
PRÉMIO NOBEL DE LITERATURA 1998


Aprendi a pouco e pouco a gostar de Saramago.
Neste momento leio o seu último e polémico livro "CAIM".
Sinceramente o discurso anti-religioso desgosta-me, mas a indignação exacerbada de alguns críticos também me parece publicidade gratuita.
Saramago pode dar-se ao luxo de fazer humor com "coisas" sérias, porque é Saramago "Prémio Nobel de Literatura"... e Deus vai perdoar-lhe...

......................................................................

6 comentários:

Dulce disse...

Olá amiga Céuinha. Espero que as palavras escritas sejam menos acutilantes do que as faladas. Como diz o meu pai: "o homem é memo brabo". ahahah. tentando fazer humor, eu, porque ele não sei se o fez...enfim, ainda o vou ler se conseguir. bjinhos.
ps: Professora já fiz os trabalhos de casa.

Carolina disse...

Parece-me que se falou muito antes de se ler o livro. A mim, que curiosa já o fui comprar, parece-me um tratado de bom humor.E eu que já tinha perdido a paciência para o ler, estou a ficar cada vez mais Saramaguista.
O que me deixa estupefacta é a lucidez e inspiração de uma pessoa que já tem 86 anos.Deixem-no lá, que ele tem o direito de interpretar a bíblia à sua maneira, que se calhar até nem está assim tão deturpada.
Mas quem sou para falar, quem a bíblia li.
;)

Carolina disse...

Ai esqueci-me de dizer: ESTÁS CÁ UMA "BARRA" NESTA COISA DE POSTAR AS FOTOS. MESMO "BARIL"!
;)

Jelicopedres disse...

Está linda essa colagem de fotografias de Sines, Céu!
Direi mesmo, sensacional!
-Quanto a Saramago, ainda não me vou pronunciar...
Vou aguardar mais um pouco.
Um resto de bom Domingo para ti.
Beijinho,
Tere^_^)

lami disse...

Pois Saramago tem direito a dizer o que quiser e nós temos o direito de achar bem ou mal e de dar importância ou não ao que ele diz.
Mas louvo a sua produção literária e a sua actividade e energia.
Quanto a Caim ainda não li, ainda não me posso pronunciar, mas lá irei :)

Banalidades disse...

Que maravilhosas imagens! Eu nunca seria capaz de uma composição tão feliz! Parabéns!
Como já fiz saber, eu gosto muito de Saramago e tenho-o por ser alguém muito especial. A sua lucidez, a sua acutilância, a articulação do seu discurso dão-me sempre um prazer enorme na leitura que faço de tantos dos seus livros.
Este ainda o não li. Estou curiosa porque sei que encontrarei sempre aquele Saramago que tanto admiro. O resto nada me diz ou dir-me-á muito pouco.
Especulações de leitores que vivem assombrados pelas águas estreitas da sua religião.
Leia-se e entenda-se Saramago!